Monday, April 11, 2016

O Vírus Alienígena - Cap. I

 Um dia, ao atender uma ocorrência de incêndio numa floresta, o guarda florestal André Siqueira encontra um artefato alienígena. O dispositivo contém um vírus inteligente. André é contaminado e o vírus se instala em seu cérebro. Com isso, o guarda florestal muda de comportamento e passa a ser uma pessoa diferente. Originalmente de temperamento hesitante e caráter fraco, ele era o tipo de pessoa que sempre tinha sido passado para trás, seja pelos amigos, pela mulher interesseira e adúltera, pelos chefes e colegas de trabalho. André era um típico banana e nem seus filhos o respeitavam. Mas dentro de si tinha um mundo subterrâneo, que emergiu sob a ação do vírus. A criatura se alimentava das emoções e, disso, tinha um estoque inesgotável na mente de André. Todavia, o parasitismo teve efeitos não previsto pelo vírus, cujo instinto primário seria obliterar a mente de seu hospedeiro e se apossar de sua existência. Por alguma razão, algo inesperado aconteceu e afetou profundamente o destino que ambos compartilhavam.

No comments: