Monday, February 20, 2017

A Entidade - Parte dois.



Ela bem que se esforçou, mas o sono só veio uma hora depois. Ana teria dormido toda a manhã, mas foi acordada por uma carícia insistente nos seios. Ainda sonolenta ela pensou por um momento que estava tendo o mesmo sonho novamente, mas era André com sua ereção matinal, tentando excitá-la. Longe de lograr seu intento, ele apenas conseguiu irritá-la. Ana havia esperado muito daquela noite, mas depois da frustração, não estava disposta a ceder para satisfazer as necessidades fisiológicas e egoístas dele.  
 - Pare com isso! – Quase gritou, enquanto o empurrava. – Quero dormir.
Ele exalou o ar preso em seu pulmão, surpreso por ter sido repelido. Tinha uma vaga noção de que ela deveria estar ansiosa por uma boa trepada. Afinal já fazia algum tempo que não a procurava para isso.
Para continuar lendo: Clique aqui

No comments: