Monday, June 26, 2017

Devaneios

Te vejo assim,
vestida de meia soquete e 
Chanel nº 5, como Marilyn um dia,
transgressora e vulgar, mas quem se importa?
Te desejo assim, atrevida e nua,
a ansiar por mim.
A boca pintada de carmim e o olhar distante,com a estudada e falsa indiferença de quem não
se importa com minha agonia,
de tantas noites vazias a sonhar-te em vão.

No comments: